23 11 2008

Acabei de fazer uma merda pequena que invariavelmente irá se transformar, em algumas horas, em uma merda grande (calma, não fiz nada do tipo cuspir um caroço de azeitona janela afora e causar um acidente fatal de carro). Enfim, como hoje acabei de ler um livro no qual a personagem principal afoga as mágoas lendo livros compulsivamente, resolvi fazer um “a vida imita a arte” ao meu modo: vendo um filme. Um filme leve e divertidinho, óbvio.

Vou feliz para ver minha coleção e reparo que, de todos os DVD’s que tenho, apenas DOIS entram na categoria “leve e divertidinho”. “Romeu e Julieta”, de Baz Luhman; e “Ata-me”, de Almodovar. Bem, “Romeu e Julieta” não é, propriamente, um filme leve, venhamos e convenhamos. E “Ata-me” já deu (droga, não devia ter deixado meu “Mulheres a beira de um ataque de nervos” na minha última separação).

Resolvi, então, catalogar minhas outras opções, e acabei dividindo os filmes em quatro grandes grupos (aliás, quem cunhou esse termo, “grandes grupos”? “Grupo”, simplesmente, já dá conta do recado, oras).

Enfim, meus DVD’s dividem-se em:

Violentos

Cult cabeção

Freaks

Tediosos

Ok, cadê aquele Dormonid de emergência?

comp_88comp_881

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: