Vééééi

24 11 2008

Estou eu na sessão de livros de arte de uma livraria. De canto de ouvido, ouço a seguinte pérola:

Poooorra, tem Botticelli e as porra!

Não to floreando, não. Juro que, me segurando pra não mimijar todo, fiz questão de gravar bem como foi a expressão. O autor da frase, bem como o amigo, trajavam roupas de surfistas, o que deixou a cena ainda mais surreal. Adorei tal arrombamento de clichê! Fiquei de butuca de ouvido. Entre outras coisas, versaram sobre o chiaroscuro de Botticelli e pincelaram um pouco de Cezanne. Mas acabaram levando um livro sobre tatuagens maori.

botticelli-porra

Anúncios




23 11 2008

A vida moderna é uma maravilha em muitas coisas. Em outras: aahhhhhh!! Um pé no saco.

O número de logins e senhas que os sites pedem para serem criados é sem fim! Então tá, já que tem de ser essa choriça de ficar criando login e senha e tals, beleza, é só criar um login e uma senha padrão e usá-los em todos os sites.

Correto?

amy-winehouse

No, No, Noooo!

Claro que os sites tem de ser pentelhos! Eu, por exemplo, tinha só um login, e era pau pra toda obra. Mas ai, ahhh! Tem de complicar! Sim, porque meu login padrão tem um underline no meio. E tem site que não aceita login com underline! Porra, o login não é meu?

Mas beleza, não vamos nos estressar. É só criar um login alternativo padrão. Afinal, não vamos implicar com o pobre site, né?

Assim, passo a ter meu login padrão oficial, meu login padrão não-oficial e minha senha oficial. Poderia ser pior, afinal, login até que é fácil decorar. O difícil é decorar a senha, mas esta, graças a Deus é única.

Alias, era única.

Estou eu sossegadamente me cadastrando no Estante Digital, site que reúne dezenas de sebos ao redor do Brasil, todos com sistema de entrega. Ai vou lá criar minha conta. Coloco meu login alternativo (sim, o alternativo, logicamente, não tem underline tal o oficial, e por ser mais simples, acabou virando oficial). Opa! Beleza, colou, não implicaram.

Ai vou eu colocar minha senha oficial – e única até entao – e eis que surge seguinte mensagem:

A senha deverá ter no mínimo 6 e máximo 20 caracteres e ser composta de pelo menos 3 letras e 1 número

Tipo, não dá, né? A galera tá estrapolando qualquer limite do aceitável. Tá avacalhando geral.

Mas como achei que ter meu livro baratinho em casa era mais jogo, resolvi engolir meu orgulho ( a vontade era mandar o site às favas) e criar minha senha com no mínimo 6 e máximo 20 caracteres e composta de pelo menos 3 letras e 1 número. Lógico que já nem lembro mais qual foi a senha que criei, mas pelo menos consegui concretizar a transação.

Ai só faltava colocar mais alguns dados e, pronto, a minha conta no site estava, finalmente, criada.

Mas uma coisa me deixou com a pulga atrás da orelha: porque eles precisavam me dizer que o Token da Conta é 212983957FDE788ED03F6 ???????

medo





23 11 2008

Acabei de fazer uma merda pequena que invariavelmente irá se transformar, em algumas horas, em uma merda grande (calma, não fiz nada do tipo cuspir um caroço de azeitona janela afora e causar um acidente fatal de carro). Enfim, como hoje acabei de ler um livro no qual a personagem principal afoga as mágoas lendo livros compulsivamente, resolvi fazer um “a vida imita a arte” ao meu modo: vendo um filme. Um filme leve e divertidinho, óbvio.

Vou feliz para ver minha coleção e reparo que, de todos os DVD’s que tenho, apenas DOIS entram na categoria “leve e divertidinho”. “Romeu e Julieta”, de Baz Luhman; e “Ata-me”, de Almodovar. Bem, “Romeu e Julieta” não é, propriamente, um filme leve, venhamos e convenhamos. E “Ata-me” já deu (droga, não devia ter deixado meu “Mulheres a beira de um ataque de nervos” na minha última separação).

Resolvi, então, catalogar minhas outras opções, e acabei dividindo os filmes em quatro grandes grupos (aliás, quem cunhou esse termo, “grandes grupos”? “Grupo”, simplesmente, já dá conta do recado, oras).

Enfim, meus DVD’s dividem-se em:

Violentos

Cult cabeção

Freaks

Tediosos

Ok, cadê aquele Dormonid de emergência?

comp_88comp_881





21 11 2008

Antes, eram trevas. Para cruzar um oceano; tempo, espaço, dinheiro, vidas. Hoje? Internet.

Estou lendo um livro que faz uma série de referências a outros livros. Já no fim da leitura, vejo uma citação de uma frase que li quando adolescente e que me fascinou.

Posso resistir a tudo, menos às tentações.

Lembrava vagamente que era uma frase de Oscar Wilde, mas não tinha certeza (não tinha passado pela minha cabeça googlar a frase). Mas hoje, sem querer, descubro que a frase de fato é dele, e que faz parte do livro “O Leque de Lady Windermere”.

Bom, fico instigado a comprar. Vou no site do Salvador Shoping e pego o telefone da livraria Saraiva. Ligo e o atendente, muito solicito, diz que não há o tal livro disponivel, nem para pedir, seja em portugues ou ingles..Humpft. Resolvo então ir para o maravilhoso site JaCotei. Lá, descubro apenas uma coisa estranha de titulo “Importancia de Llamarse Ernesto, La: el Abanico de Lady Windermere”. Humpft, próximo passo quando nada resolve? Google. Descubro, então, que uma tal editora publicou o livro, na década de 1970. Procuro o site da editora. Não encontro. Provavelmente não existe mais. Faço outra busca, desta vez a procura de algum telefone deles. Nada. É, década de 1970 não é ontem.

Vou no site do sebo Brandão, ali no centro. Nada. Google então o nome do livro seguido da palavra “sebo”. BINGO! Descubro o site da “Estante Virtual”, que reúne uma caralhada de sebos brasileiros. Coloco o nome do livro no sistema de buscas e BINGO AGAIN! Encontro 10 opções, em inglês (“Lady Windermere´s Fan”) e portugues, em forma de livro e de roteiro para teatro, a preços módicos, a maioria na faixa dos R$10. E o bom é que cada “sebo virtual” tem um sistema que coleta opiniões de antigos compradores, dizendo se a entrega foi no prazo e afins.

Quando estou para efetivar a compra em um que parecia honesto, resolvo ir além. Volto ao Google (o bom filho à casa retorna) e coloco “Lady Windermere´s Fan + free ebook”.

Resultado? Já fiz o download gratuito da versão em ingles para ir lendo enquanto minha versão do livro em português não chega pelos Correios.

Beijos, Oscar! Valeu!

wilde-oscar

Tem de usar a cabeça, ó!





19 11 2008

 

Uma Astronauta perdeu a bolsa no espaço

Leia e assista ao video clicando aqui.

A matéria diz que a astronauta da Nasa Heidemarie Stefanyshyn-Piper (oi?) foi a primeira mulher a liderar uma caminhada pelo espaço e que a missão estava correndo bem até que a estabanada perdeu a bolsa de ferramentas.

(Agora, se trocássemos espaço e de ferramentas por shopping e Gucci, nada disso teria acontecido)





Surreal Gtalking #2

18 11 2008

Um amigo repórter do Canal Rural:

Mitchel diz:

tai?

Mitchel diz:

depois veja isso

Mitchel diz:

http://www.canalrural.com.br/canalrural/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&action=noticias&id=2297233&section=Capa

Mitchel diz:

um cara atirou contra o proprio peito no pregão da bolsa

Mitchel diz:

eu tava perto e no ar na hora, dá pra ouvir o disparo

ISSO É QUE É UM FURO!





Conversa de (fim de) pé de ouvido

8 11 2008

Mesa ao lado na pizzaria, cheia de crianças. Adulto fala:

“blá blá blá…brincadeira de mulher…”

Eu já pensando: “Bah, babaca sexista”.

Depois ele repete, e eu escuto melhor:

“….então, de sobremesa vai ser mesmo brigadeiro de colher?”

 

simone_de_beauvoir

Será que Simone de Beauvoir era “velha surda” que nem eu?