6 05 2008

Esse troço de hernaça genetica è fod* mesmo. Eh realmente muito forte a sensaçao de pertencimento quando venho aqui na Puglia. Nao sei traduzir em palavras a sensaçao que sinto quando caminho pelas ruas, sinto o ar. Parece que è como se algo realmente forte me ligasse a essa terra, a essa gente, mesmo nunca tendo morado aqui. Olhar para as pessoas e ver traços iguais aos meus – desde coisas obvias como nariz e cabelo ate outras como a estrutura ossea.

Serà que sentirei isso quando for a Zurich?

Hoje fui com meu pai,minha mae e minha zia Maria a uma igreja e monasterio do seculo XII, aqui perto. Olhar para aquelas paredes com pinturas bizantinas e pensar : “seculos atras, meus antepassados realmente viveram por aqui”.

Na saida, encontro uma concha marinha encrustrada em uma pedra, no meio do estacionamento. Quem sabe um antepassado braquial de todos nòs tambem tenha passado por perto dela, milhoes de anos atras, quando tudo era um grande mar.

Anúncios

Ações

Information

3 responses

7 05 2008
Pedro

Esses pensamentos são sempre muito interessantes. Tenho deles de vez em quando. rs.

7 05 2008
Thysa Jackes

Hum… tem internet aí! 🙂

13 05 2008
lu

Tenha certeza disso…
estou ouvindo o saudoso chico science…ele ja falava das “impressionantes esculturas em lama”…, lembra?
pois é…. são as impressoes vivas “mortas” remanescentes….achados… e nos vemos sim…a genetica fala alto!!!
bjao

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: