4 03 2010

Fazendo matéria sobre homeopatia. Eita medo de escrever “homofobia” sem querer!





1 03 2010

Primeiro dia no novo trabalho. Conversa com a editora no sistema de comunicação interna instantânea do jornal.

(4:43 PM) scarrozzo: as 2as, 4as e 5as chegarei às 10h, ok??
(4:43 PM) scarrozzo: Pq ai saiu 18h e vou daqui para a aula de frances direto, aqui na Aliança Francesa do Caminho das Arvores
(4:44 PM) Simone Ribeiro: ok. até amanhã.
*** Simone Ribeiro ficou offline as 4:45 PM

**************************************

Saiu? Saiu????

Começar no trampo como JORNALISTA, cometer um erro crasso e a sua chefe ficar offline e sair correndo da redação um minuto após você cometer um deslize ortográfico: não tem preço. Para todos os outros casos, existe a cara de paisagem no dia seguinte.





Sympathy for the devil

25 01 2010

Rua escura e deserta. Quase meia-noite. Carro para (maldita reforma ortográfica). Olho para o marcador de quilometragem:

Medo!

Ok. Na verdade, eu é que parei o carro – e foi só porque queria tirar a foto do marcador possuído. Tava a caminho de pegar a última sessão de Crepúsculo (ou Lua Nova, sei lá) com minhas sobrinhas e as respectivas irmãs (minhas mães) mães (minhas irmãs).

Como se não bastasse eu estar sendo arrastados para o reino de Satã um filme chateen sobre vampiros, a noite ainda reservava  surpresas do outro mundo. Chegando lá, somos recepcionados, já na primeira fila, por Chaetano Veloso e little Chaetano from hell (as known as Zeca Lavigne Veloso).

Como dizem: COR-RÃO!





25 01 2010

Tô num banheiro de um shops e me deparo com um aviso na maior vibe decifra-me ou devoro-te em cima do secador de mãos.

“Aparelho exclusivo para secar as mãos”

O fato de a palavra “exclusivo” estar assim mesmo, sublinhada, só me fez ficar ainda mais confuso. O que o estagiário do departamento de marketing quis dizer?

Será que as pessoas fazem usos variados do equipamento? Secam outras partes do corpo? Reforçam a escova progressiva? Esquentam o almoço? Será que foi o estagiário do departamento juridico que solicitou a colocação de tal advertência, temendo possíveis processos de desavisados insatisfeitos com a  roupa mal passada?

Ou será que o tal “exclusivo”  é para entrar na onda medonha que teima em classificar tudo hoje em dia como VIP – ou, mais tenebroso ainda, “um novo conceito…” . Já vi até uma propaganda com”um novo conceito em cemitério. Juro.

Bem, confuso que estava com o aviso, acabei não usando o tal secador exclusivo. Se bem que homem quase nunca lava as mãos mesmo (não é trogloditismo de minha parte, não, é mera constatação). Além do mais, esses aparelhinhos são engodo puro. Das duas, uma: ou você tem de perder trinta minutos (e a epiderme) ou vai acabar dando aquela enxugadinha gostosa nos fundilhos da calça.





18 01 2010

Eis que hoje estou parando o carro e chegam umas crianças, na faixa dos 10 anos, vendendo guloseimas. Bem, na verdade eu estava estacionando no pátio do edifício de meus pais e as crianças em questão eram moradoras do prédio.

“Tio, tio, compra um biscoito? É para ajudar o Haiti”, diz uma menininha branquinha branquina, com cabelos pretos pretos.

Na hora, seria de pouco bom-tom recusar ou desconfiar da veracidade da ajuda humanitária – se fosse período escolar,  até diria que foi ideia de alguma professora engajada. Acabei comprando um pacote de bolachas Bono por R$ 1,50 (a menina ainda sacou o porta-moedas de grife para dar o troco para a nota de R$2, mas disse que magina, precisa não.

Bono for Haiti!

 

Mas o que está me encucando mesmo é a ligeira impressão de, logo após ter dado as costas á turmitcha, ter ouvido alguém falar “otário” bem baixinho. Espero que meu dinheiro não vire pedra de crack na mãos de tão abonadas criancinhas.





18 01 2010

Entre tantos outros
Entre tantos séculos
Que sorte a nossa hein?
Entre tantas paixões
Esse encontro
Nós dois, esse amor





30 12 2009

Marcia Ganem A-R-R-A-S-O-U no figurino de Avatar!








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.